21 fevereiro, 2010

A CENTAURA

dmitry v.narzhny
A FUGA AO ESTEREOTIPO DO CENTAURO

Criar para si a liberdade de novas

criações talvez seja um exercício

necessário e uma luta diária.


Ps. Existem infinitas interpretações?

Nenhum comentário:

Postar um comentário