15 abril, 2009

Timor-Leste: A GRATIDÃO DEVIDA AO BRASIL

Por TIBÉRIO LAHANE – Fábrica dos Blogs


Agora já é mais que hora de aceitar o convite que este coletivo do Aqui e Acolá fez ao nosso coletivo da Fábrica dos Blogs e começar participando com alguma prosa inaugural.

Uma vez que o Brasil é aqui legitimamente rei, irei dizer do Brasil e dos brasileiros que têm cabido nos nossos blogues por imensas razões e mais ainda, se calhar principalmente, pelo desempenho e importância que o Brasil tem tido para com Timor-Leste. Timor-Leste que tratamos o mais que podemos no nosso blogue Timor Lorosae Nação. Não esquecendo igualmente o muito que o Brasil está presente no nosso Página Um, disso logo falaremos se for o caso de interesse.

Dizia o coordenador do Aqui e Acolá, Maurício Barbara, que esteve algum tempo sem estar desperto para o assunto Timor-Leste, que quem o incentivou a se interessar um pouco mais foi o filme realizado por Lucélia Santos naquele país. Pois sim, mas o Brasil tem vivido muito intensamente o caso do país irmão que é Timor. O Governo brasileiro, Lula da Silva, inúmeros Estados do Brasil, têm sido uma âncora dos países lusófonos relativamente às cooperações e solidariedade com aquele novo país. Em imensos aspetos, o interesse e feitos do Governo brasileiro e dos brasileiros que têm estado e agora estão em Timor-Leste tem sido e é deslumbrante. Isto em várias áreas, desde o professorado, passando pela justiça e assessorias, missões humanitárias, etc. Aliás, não esqueçamos o importante trabalho do malogrado Sérgio Vieira de Melo, que está no coração de quase todos os timorenses.

Agora, os que não sabiam estão sabendo. O Brasil tem sido e continua sendo de sumaríssima importância para a contribuição do que de positivo tem acontecido neste novo país, vosso irmão de séculos da lusofonia e que por mais de duas décadas esteve sob o domínio abusado do regime ditatorial e criminoso de Suharto, então presidente da Indonésia.

A distância planetária que nos separa em milhares de milhas não poderá nunca impedir que possam ouvir os timorenses gritarem para as costas do longínquo Oceano Atlântico: Obrigado Brasil! Muito obrigado, brasileiros!

Nenhum comentário:

Postar um comentário