05 janeiro, 2009

Martinho da Vila, Paris, 1977 por Ari Cândido Fernandes

No ano passado eu visitei o Centro de Cultura da Cidade Tiradentes, bairro de maioria da população negra, em São Paulo-Brasil, em homenagem ao Tebas. Sobre o Tebas eu discorrerei em outra oportunidade, mas foi por lá que conheci uma figura para lá de interessante chamado Ari Cândido Fernandes que apresentou 3 de seus documentários e concluiu sua participação com uma palestra. Depois, na rodada de cervejas, ele se surprendeu com minha idade e passou a me chamar de "19", - "Pô, mais eu pensei que você tinha "19", eu vi que compreendia muitos assuntos que estavam acima da idade de "19".
Estávamos a prosear, eu, Ari Cândido, Edson Lima, Adriano, sobre a descolonização da África, Oswald de Andrade, Grande Otelo, Plínio Marcos, sobre a esquerda no passado e no futuro, sobre o cinema brasileiro e eis que o Ari disparava uma: "Ô 19!, busca lá mais uma cerveja para nós!".
Cineasta negro, Ari Cândido apresentou o vídeo Martinho da Vila, Paris, 1977.




Nenhum comentário:

Postar um comentário